• Augusto César

Adaptações Joça: Batman & Robin (1997)


Batman & Robin
Título: Batman & Robin / Direção: Joel Schumacher

O Batman sempre foi o personagem da DC que mais me cativou, em todos os sentidos. Sempre fui um grande fã dos filmes, tanto os clássicos quanto os mais recentes, e tenho várias HQ's do homem-morcego em minha coleção. De todos os filmes derivados do super-herói que assisti, "Batman & Robin" é de longe o mais esquecível. Com George Clooney no papel principal, essa adaptação joça, cheia de cores e apetrechos extremamente exagerados, mais parece o que sobrou de um desfile de escola de samba!


No mais, o samba enredo do filme se resume na tentativa do Batman e do Robin (Chris O'Donnell) de impedir o Sr. Frio (Arnold Schwarzenegger) de congelar toda a cidade de Gotham. O motivo que leva o vilão a tentar fazer isso? Conseguir verba para salvar sua esposa de uma terrível doença terminal. O engraçado é que o Sr. Frio, ao longo de todo o filme, utiliza vários recursos na sua luta contra a dupla de heróis como foguetes, armas tecnológicas e armaduras especiais, mas na hora do tratamento da doença da esposa falta dinheiro. Bem que o Sr. Frio poderia rever suas prioridades financeiras, né?


Dentre os aspectos dessa joça que mais incomodam quem está assistindo, um dos piores é a forma como o Sr. Frio é construído. Mais parecido com um vilão dos "Ursinhos Carinhosos", o Sr. Frio passa literalmente o FILME INTEIRO fazendo trocadilhos irritantes e sem graça com seu poder como "frente fria chegando" e "me permitam quebrar o gelo". Além disso, as cenas de ação e de luta de "Batman & Robin" são extremamente caricatas, mal feitas - com direito a visíveis "gelos de plástico" balangando nas cenas - e sem graça, ponto que considero importante para um bom filme de super-heróis. E nem adianta dizer que esse filme é assim porque foi feito para crianças: cheio de piadas de duplo sentido e closes nas "partes" dos heróis, com certeza os produtores também miravam o público mais adulto!


Além do Sr. Frio, também temos aqui a chefe de alegoria, ops, a Hera Venenosa (Uma Thurman) como uma das vilãs principais. A atuação de Thurman aqui até que foi boa; o péssimo samba enredo é que claramente não ajudou.


Gênero: ação - aventura - fantasia / Lançamento no Brasil: 4 de julho de 1997

O Robin, bem diferente das HQ's, é um ingrato que vive escrachando o Batman, dizendo que não aguenta mais viver na sua sombra. "Batman & Robin", merecidamente, recebeu 11 indicações no Framboesa de Ouro", O próprio George Clooney chegou a declarar que o filme foi um desperdício de dinheiro. Já seu diretor Joel Schumacher, pediu desculpas publicamente aos fãs do homem-morcego, dizendo que não tinha a intenção de destruir a imagem do herói, que só queria entreter seu público. Ainda bem que anos depois, o excelente "Batman Begins" de Christopher Nolan salvou o Batman de um abandono total nas telonas, o que muitos temiam que ia acontecer depois do desastre que foi "Batman & Robin". Se você tiver coragem, essa joça está presente no catálogo da HBO Max. Só não digam que não foram avisados!

11 visualizações0 comentário
  • Facebook
  • Instagram