• Ana Luiza Moreira

Especial Sofia Coppola: Meus 5 filmes preferidos da diretora


Maria Antonieta
Sofia Coppola e uma das atrizes com quem mais trabalhou na carreira, Kirsten Dunst

Fala Freaks!


Hoje venho com uma proposta diferente. Eu amo acompanhar o trabalho de diretoras mulheres, isso, porque sinto que é meu dever valorizar a produção do gênero na indústria cinematográfica, que é extremamente escassa, mas também porque a visão feminina me fascina. E a de Sofia Coppola, é definitivamente uma das minhas preferidas. Nesse especial, que num futuro poderá ser feito com outros diretores também, apresento os meus filmes preferidos da maravilhosa Sofia Coppola:

Bling Ring: A Gangue de Hollywood Eu diria que este é um dos filmes mais populares da diretora, principalmente pelo elenco, que tem Emma Watson, Taissa Farmiga, Paris Hilton e outros atores famosos.


Bling Ring
Jovens ricos roubando, pode parecer clichê, mas é inspirado em fatos

O longa conta a história de um grupo de jovens que é obcecado pelas celebridades de Hollywood, e que usa a Internet para acompanhar a agenda desses famosos, para assim, poder invadir suas residências e roubar pertences enquanto eles estão fora. O mais interessante é que nossos protagonistas são todos ricos, e sentem falta de emoção em suas vidas. Pode parecer fútil e até é, mas foi algo que realmente aconteceu, e que aqui, foi retratado de forma magistral. O filme pode ser conferido na Prime Video. O Estranho que Nós Amamos


O Estranho que Nós Amamos
Desconfortável, estranho e sensacional.

Tenso, levemente desconfortável e muito bom! Em O Estranho que Nós Amamos, acompanhamos a história de um soldado da União, que foi ferido em um combate durante a Guerra de Secessão e acaba encontrando refúgio dentro de um internato para mulheres, localizado em território confederado. Aqui nada é o que parece, cada interação conta e as cenas nos fazem desconfiar de todos os personagens. A solidão das meninas faz com que o relacionamento delas com o soldado seja no mínimo estranho, mas sempre fica dúbio quem está usando quem. Será que alguém nesta história é confiável? Esse filme está disponível para compra no YouTube.

Maria Antonieta O último filme que assisti de Sofia Coppola, mas o mais clássico de sua carreira. Essa obra possui uma fotografia impecável, trilha sonora descomunal e traz uma visão completamente diferente da vida de Maria Antonieta, e te garanto, é impossível não se identificar.


Maria Antonieta
A cena que virou um marco no cinema

Levando em consideração todo o contexto de sua existência, conhecemos uma adolescente austríaca que se casa com o Dauphin da França, se tornando a rainha do país depois da morte do Rei Louis XV. Descobrimos que desde nova, Maria Antonieta foi criada para encantar seu prometido marido, no entanto, percebe aos poucos que as coisas não são tão simples assim. Vemos suas frustrações, a rotina sufocante, a luta para se estabelecer na corte e como lidava com tudo isso, através das grandes festanças repletas de muito luxo, bebidas e jogatinas. Veja esse filmão na HBO Max.

Encontros e Desencontros


Encontros e Desencontros
Cinéfilo ou não, todo mundo conhece essa cena

Este deixa o meu coração quentinho, e de alguma forma, mesmo sem nunca ter ido ao Japão, consigo me relacionar com a situação dos nossos protagonistas: a sensação de não pertencimento, a solidão perto de milhares de pessoas. Aqui temos Bob Harris, uma estrela de cinema que está em Tóquio para fazer um comercial de uísque, e Charlotte, que por sua vez, está na cidade acompanhando seu marido, um fotógrafo de celebridades aficionado pelo trabalhado e que a deixa sozinha o tempo todo. Vemos os dois personagens sofrendo com o horário e os hábitos diferentes do país, sendo que a partir do momento em que se encontram, conseguem distração, fuga e compreensão um no outro. Um filme delicioso, cheio de cenas icônicas e perfeito para ver em dias mais tediosos. Encontros e Desencontros está disponível na Prime Video.

As Virgens Suicidas


As Virgens Suicidas
Vejam o filme e leiam o livro, apenas isso

O primeiro filme que vi de Sofia Coppola, e com toda certeza, o meu preferido. Adaptação de um livro, que também é sensacional, em As Virgens Suicidas acompanhamos a vida e a morte de cinco irmãs sonhadoras, as Lisbon, que moram no subúrbio e tem uma vizinhança que começa a ficar obcecada por suas vidas intocáveis e tão distantes. A existência das irmãs é marcada por amor, repressão, fantasia, terror, sexo, idealização, memória, desejo e morte. Ao decorrer do filme, vamos nos sentindo sufocados como elas: a dor por não ter liberdade, as inseguranças da juventude e as questões que as mulheres precisam lidar, é tudo muito brutal.

"Doutor, você nunca foi uma garota de 13 anos" Confira este filme sensacional no Telecine.

2 visualizações0 comentário
  • Facebook
  • Instagram