• barbarapinto624

Great Pretender, prenda-me se for capaz Mercury!

Great Pretender, o novo, não tão novo, anime da Netflix. Que estreou na versão mundial da plataforma em agosto de 2020, com uma dublagem tupiniquim maravilhosa, diga se de passagem. Apesar de ter o maravilhoso Junichi Suwabe, o Aizawa de Boku no Hero, como Laurent.


'Shipando? Eu? Jamais'

A história gira em torno de Makoto Edamura, um vigarista japonês, que ao tentar um golpe em um turista, tem sua vida virada de cabeça para baixo. Apesar da sinopse meio sessão da tarde, ele merece atenção.


A animação bem feita, com um visual meio aquarela que dá um charme a mais. E um belo design de personagens.


Cada arco trata do passado de um personagem, que são consistentes e carismáticos, o que faz com que você crie laços com eles. Ao mesmo tempo em que eles tentam um diferente golpe, que te deixa tenso e ansioso para saber o desfecho. Com boas reviravoltas tanto sobre o golpe quanto sobre os próprios personagens.


Um belo e fofo coro de gatinhos pode ser bem persuasivo na hora de se escolher um anime

A obra é cheia de referências americanas, com direito a encerramento do Queen, magis-

tralmente substituindo os integrantes da banda por gatunos muito fofos e cheios de gingado, e a abertura fazendo referência ao filme "Prenda-me se for capaz".


Sigo ansiosa pela continuação, que já estreou em terras nipônicas, porém chegará na dona Netflix mundial em 25 de novembro.


29 visualizações0 comentário
  • Facebook
  • Instagram