• Ana Luiza Moreira

Harleen é delicado e não romantiza a história de origem de Arlequina (Crítica SEM spoilers)


O declínio da Doutora Harleen Quinzel é acompanhado de perto na HQ

Seguindo a minha trajetória de leituras diretamente ligadas as protagonistas femininas de HQs, hoje venho falar para vocês sobre Harleen, quadrinho publicado em 2019, que pertence ao DC Black Label e nos apresenta a Doutora Harleen Quinzel, uma jovem psiquiatra, cuja teoria revolucionária pode se transformar na cura para toda a loucura que assola Gotham City.


Em uma crítica sem spoilers, meu objetivo aqui é exaltar esta obra que foca muito na necessidade que a personagem tem de curar o outro mesmo que aquilo a leve para o fundo do poço. Quinzel não soube a hora de parar e em Harleen isso não é romantizado, a HQ mostra o quão cruel e doloroso foi passar por esse processo, ser quebrada por dentro.


Aqui vemos aos poucos como funciona um relacionamento abusivo, aquele que rouba o seu sono, sua mente, te faz duvidar de coisas simples e te manipula a cada segundo, te dando um novo propósito, um que não visa o seu bem estar e passa longe de te trazer coisas positivas, mas de uma forma doentia acaba te preenchendo.


Aliás, importante dizer que assim como o quadrinho do Coringa, sobre o qual eu fiz review um tempo atrás, esta é uma daquelas histórias para quem está bem e sabe separar ficção de vida real, não leia o quadrinho se este não for o caso, muitos gatilhos podem ser gerados por isso.


Na narrativa somos expostos novamente aos problemas sociais de Gotham, sua falta de segurança, a revolta de população e o deficiente serviço penitenciário, mas além disso, também somos apresentados a outras questões como: slut-shaming, síndrome do impostor, o verdadeiro significado de justiça, transtornos mentais e a espetacularização da violência.


Devo dizer que uma participação muito interessante nesta a HQ é a de Hera Venenosa, que embora não apareça muito, já nos mostra como será seu futuro relacionamento com Harley e isso me faz desejar muito que Stjepan Šejić, o escritor e ilustrador da obra, faça uma nova HQ focada apenas nas duas.


Ressalto aqui também a composição do quadrinho, ele tem algumas montagens dinâmicas para entendermos o passar do tempo e outras bem interessantes para nos revelar alguns spoilers do futuro de Harley e nos apresentar aos seus sonhos.


Stjepan Šejić explora em sua arte todo o processo que leva a quebra de mente de Harley

A leitura passa de forma rápida, são cerca de 200 páginas divididas em três volumes recheados de uma história interessante e que trabalha bem a origem da vilã/ anti-heroína.


Ao terminar a história sentimos um gostinho de quero mais, coisa que provavelmente vai acontecer já que a HQ é um sucesso e, bem, eu é que não reclamaria de saber mais sobre a história de Harleen.


9 visualizações0 comentário

O Portal Freaks! é um canal de comunicação feito por jornalistas e colaboradores geeks.

Nosso trabalho é manter fãs e entusiastas de filmes, séries, livros, tecnologia e histórias em quadrinhos informados com notícias e críticas sérias, relevantes e aprofundadas.

CATEGORIAS!

REDES FREAKS!