• Ana Luiza Moreira

Luca é um filme doce e comovente sobre liberdade (SEM Spoilers)


Luca
Luca apresenta visual fofo e história extremamente original

Estreou na última sexta-feira, no Disney Plus, o novo filme da Pixar: "Luca", que conta a história destes seres marinhos que ao saírem para a superfície assumem a forma dos humanos. No entanto, após algumas aparições, os moradores de uma cidadela iniciam uma caçada para mata-los, por mais que eles não representem ameaça e sem nem mesmo saber tudo o que ambas as espécies tem em comum. Por mais que a sinopse me faça lembrar um pouco de A Pequena Sereia, as semelhanças param por aí! Primeiro porque o filme fala muito sobre aceitação pessoal (não acho que isso seja prioridade no outro longa da Disney), mas muito além disso, também trabalha a construção de diferentes tipos de família, a importância da amizade e a doçura da liberdade. Essa última parte é a que mais me encanta aqui, o sonho de conhecer o mundo, de aprender coisas novas, de estudar... O filme me fez ter vontade de viajar para a Itália, de viver aventuras novas e "mandar o Bruno ficar quieto", sendo que grande parte desta sensação vem por meio do nosso protagonista, Luca, que tem um brilho especial no olhar e é ávido por conhecimento, embarcando em todas as confusões criadas por Alberto e pulando de cabeça na competição que é cobiçada por Giulia. Um outro acerto que preciso ressaltar é a parte estética do longa. Todas as cenas de "sonho" do Luca são impressionantes e despertam em nós aquela sensação lúdica da infância... Ver peixinhos no céu como estrelas, as lindas vespas voando em campos floridos, e até mesmo as primeiras impressões de Luca sobre a superfície, é único e muito bonito. Recomendo demais que assistam, Luca é daqueles filmes que vão te deixar com o coração quentinho e vontade de fazer um mochilão pela Europa.


14 visualizações0 comentário
  • Facebook
  • Instagram