• Ana Carolina

Luna Park - série italiana envolve com mistério e personalidade


Luna Park
Rosa e Nora: cada uma viveu de um modo, com experiências distintas

Fala Freaks!


Hoje vamos conversar um pouco sobre uma boa série que ninguém está comentando!


"Na Roma dos anos 60, uma jovem que cresceu no circo da família descobre inesperadamente que pertence a dois mundos diferentes". A série italiana tem muito mistério: do começo ao fim. Quem acha que terá respostas no sexto e último episódio, já te adianto para não criar expectativas (hehe). Torço inclusive para que não ocorra um cancelamento, pois quero respostas.


Nós temos Nora e Rosa, irmãs gêmeas que não se "conheciam". Rosa busca sua irmã desaparecida, cuja marca de nascença se assemelha a uma borboleta. Nora, por sua vez, possui uma tatuagem de borboleta no mesmo local - e embaixo, uma marca. Vamos descobrindo com elas tudo que aconteceu e que, de fato, Nora é sim Adele, irmã gêmea de Rosa.


Adorei a atriz Simona Tabasco como Nora, um personagem marcante seja na beleza exótica, seja na determinação em busca de respostas. Também gostei do personagem Antonio (seu pai) e da evolução de Simone (crush de Nora) ao longo da trama.


Por ser curta, você pode maratonar tranquilamente. No meu caso, foi em doses homeopáticas. Tanto faz, você que manda. Mas é uma série diferente e me atraiu: o nome, a sinopse que não conta nada e mesmo assim instiga. E também por ser curta, porque não vou mentir: com tantas opções, buscamos coisas acessíveis para ver o máximo possível de obras (eu estou assim e sinto que a maioria também).


Rosa e Nora: cada uma viveu de um modo, com experiências distintas e seu próprio universo. Como esses universos se comportarão? Vão colidir ou se fundir?


Luna nem é a protagonista como pensei haha, Luna é o parque mesmo. Aí que vontade e saudade de parque de diversões.


Se quiser conferir Luna Park, está disponível na dona Netflix. Temos suspense, mistério, drama familiar, romance e até crime. Vai encarar?


Quem aí já viu, bora conversar! Quem não, pretende?


Porque fugir do hype faz bem!


Beijinhos e até a próxima.

3 visualizações0 comentário
  • Facebook
  • Instagram