• Ana Luiza Moreira

Motivos para assistir Lovecraft Country: Possivelmente o melhor piloto de 2020

Oi Freaks! Hoje o assunto é sério, isso porque aqui trago para vocês minhas primeiras impressões e os principais motivos para assistir Lovecraft Country, a nova e incrível minissérie da HBO.


História


Nova série da HBO estreou no domingo e se baseia em um livro de Matt Ruff

Com base em um livro do mesmo nome, escrito por Matt Ruff, Lovecraft Country conta a história do personagem Atticus Black, que junto a sua amiga Letitia e seu tio George embarca em uma viagem nos Estados Unidos, pelas estradas dos anos 50, em busca de seu pai desaparecido e de um suposto legado de família.


Parece simples, mas os anos 50 não eram fáceis para pessoas pretas, e Atticus, Letitia e George sentem isso das formas mais violentas durante a história.


Terror


Você tem medo de jumpscare, possessões e coisas do tipo? Fica tranquilo, o terror de Lovecraft Country é muito mais brutal e psicológico.


Se o espectador acredita que a coisa mais terrível que irá acontecer na série é a aparição de um dos terríveis monstros criados por Lovecraft, ele está muito enganado. Não que eles não estejam ali, muito pelo contrário eles estão, mas os humanos sempre arranjam um jeito de serem piores.


Esse Tweet resume tudo:


"Você sabe que a coisa está ruim quando torce para ver um monstro gigante ao invés de um policial racista"

Efeitos visuais e fotografia


A minissérie é simplesmente linda e tem uma ambientação muito fiel aos anos 50, além disso, temos algumas sacadas bem interessantes para mostrar os monstros e, sinceramente, a primeira cena da série vai te deixar de boca aberta.


Dá uma olhada:



Crítica social e produção


Lovecraft Country trata a segregação de forma honesta e mostrando os horrores do preconceito, além disso, traz alguns conceitos totalmente verídicos e que normalmente são apagados pelos americanos, como o livro para que pessoas pretas pudessem viajar em segurança e as cidades pôr-do-sol, que eu não fazia ideia de que existiam e dão um soco no nosso estômago.


A série tem uma cena magnifica em que dois personagens conversam sobre obras maravilhosas criadas por pessoas preconceituosas (Como o caso do próprio Lovecraft) e como elas podem ganhar novos significados, sendo está uma das melhores formas de lidarmos com isso.


Devo admitir que depois da série de Watchmen, não pensei que veria uma narrativa que envolve temas sociais tão bem feita por muito tempo, mas me enganei, e acredito que grande parte disso venha justamente por causa da produção da série, que tem muitos nomes e entre eles, o de Jordan Peele, diretor de Corra! e Nós.


Deixo aqui mais um tweet que adorei e resume bem o assunto:


Não tenho nem o que dizer, só sentir mesmo

Personagens



Cada personagem já mostra uma grande profundidade no primeiro episódio, no entanto, quero dar destaque aqui para Letitia Dandridge, que é feita pela atriz Jurnee Smollett, porque pensa em uma personagem foda!


As cenas dela são cheias de humor e cativam o espectador por ela não estar ali para ser apenas um interesse amoroso do protagonista. A Leti é cheia de personalidade, salva eles muitas vezes e bota outra discussão na mesa, o feminismo também é importante e lutar por seus direitos como uma mulher e como pessoa preta é indispensável. Só tenho altas expectativas para ela e para a série como um todo.


P.S. 1: Deixo aqui uma das frases que escrevi no bloco de notas do celular enquanto via a série: “É mais desesperador do que muito monstro e fantasma. Que inteligente!”


P.S. 2: Por fim, preciso dizer, não julguem a série por esse pôster horrível! Ela é bem melhor que isso, eu juro mesmo.


Pôster oficial de Lovecraft Country

11 visualizações