• Ana Luiza Moreira

Passageiro Acidental mostra o potencial dos filmes espaciais (SEM Spoilers)


Passageiro Acidental
Obra é intimista e conquista a atenção do espectador

Dirigido pelo brasileiro Joe Penna, o filme Passageiro Acidental é definitivamente um grande acerto da Netflix. Ao apostar em uma visão mais intimista das aventuras espaciais, a obra se passa toda em um foguete que faz viagem em direção à Marte. Pouco depois de sair do planeta Terra, descobre-se que um engenheiro está a bordo acidentalmente, ocasionando um grande problema para a tripulação. Qualquer audiovisual que se passa em apenas um cenário precisa de bom roteiro e montagem, não que demais obras não necessitem, mas em casos como esse, pequenas falhas ficam mais evidenciadas e estou muito feliz em dizer que aqui eu não senti nenhum problema nos diálogos, nas cenas mais contemplativas e nem na narrativa como um todo, é tudo muito bem fechadinho, e o mais importante, tudo desperta o nosso interesse. Mais uma coisa que precisa ser elogiada é a trilha sonora, que dá uma sensação de mistério e tensão para a história, aqui não temos um suspense real e sim um drama de sobrevivência, mas conforme acompanhamos os personagens começamos a pensar: Será que algum deles vai surtar? A missão será bem-sucedida? Quem vai morrer? Afinal, não tem suprimentos para todos os passageiros e nem mesmo oxigênio... Aliás, a questão do oxigênio acaba sendo o maior desafio do filme, e gosto desse tipo de situação, quando temos uma ameaça natural e sinto que todas aquelas vidas são importantes, que as quatro pessoas ali merecem sobreviver e tem a possibilidade de isso não acontecer. O peso disso é imenso, traz uma grande complexidade para a trama e ainda pega no ponto certo do nosso emocional. Sobre as cenas do espaço, me impressionei com o realismo delas, não vemos nenhum planeta além do nosso, mas a intenção não é essa, cada minuto passado fora da nave nos faz entender a imponência do espaço, seu infinito de beleza, silêncio e perigo. Depois desse filme eu definitivamente tenho a certeza de que não quero sair da nossa sagrada Terra, mas admiro muito os astronautas que fazem isso. Como a intenção aqui é convencer vocês sem dar spoilers, vou dizer o que quero passar com esse texto: o filme é impressionante e vale cada minuto do seu tempo.

3 visualizações0 comentário
  • Facebook
  • Instagram