• Ana Carolina

Review: Love Life (1ª temporada - SEM Spoiles)

Fala Freaks! Tudo bem com vocês? Espero que sim! Hoje vamos conversar sobre uma série disponível na Hbo Max.


Love Life é uma série antológica e isso é perfeito! Sabe por quê? Porque você não precisa ver todas as temporadas iniciais (quando for o caso), nem mesmo a inicial, para compreender aquela que você escolheu – como no caso de Modern Love, American Horror Story (AHS) e tantas outras.


Me identifiquei em muitos aspectos com a protagonista da primeira temporada e tenho certeza que qualquer um se identifica, seja em gênero, número ou grau, pelo menos em uma situação vista na série.


Love Life
Primeira temporada da série é marcante e cheia de de reviravoltas

Agora uma novidade promissora pra nós: temos já a segunda temporada! Mas, peraí! Vamos conversar um pouco sobre o início (a primeira temporada) e a premissa de Love Life. Cada episódio é sobre uma pessoa que passou pela vida da protagonista. Seja de modo passageiro ou permanentemente. Logo, os nomes dos episódios contemplam esses nomes.

Incluindo nomes femininos, que assim que vi, achei ser sobre uma nova descoberta da sexualidade de Darby. Será? Bom, são pessoas importantes, mas sem spoiler. Vá lá conferir e me diga o que achou. Ah! Tem sempre o nome de alguém, exceto no último, para não revelar com quem ela fica realmente.


Afinal, uma década de procura amorosa que acaba tendo uma parte ruim como todo alto e baixo de relacionamentos: muito arrependimento, tristeza, solidão, querer ter alguém versus querer ficar só: em contrapartida, temos a parte boa dos relacionamentos e todo o processo que ela passa. Mostra a relação com família e amigos, além dos romances, ela acaba se tornando muito bem sucedida no trabalho, sua carreira vai de vento e popa.


Eu achei que tudo foi muito bem contemplado na série. Gostei da escolha da atriz, gostei do personagem (apesar de sentir frustração quando ela sofre em alguns momentos, pensar: “se livre logo disso!”). Fazer uma continuação que não requer a presença dela está super OK, pois a história fechou redondinha. Porém, queremos que a qualidade se mantenha nas próximas. Eu pelo menos quero muitas.


Além da série ser muito boa, ela é curta (10 episódios), fácil de maratonar por ser rápida e interessante. E justamente por ter gostado tanto que demorei a escrever sobre. Quando gosto muito, nunca é suficiente escrever. Parece que nunca basta. E aí pensei: vou escrever antes que lance a segunda temporada. E no fim chegou outubro, passou outubro e lançou a segunda temporada!


Love Life
Momento de conexão entre os personagens da primeira e segunda temporada

Até o momento dessa escrita foram disponibilizados 3 episódios, serão lançados mais 3 e pra finalizar, os 4 últimos. Eu queria que fosse semanal, mas ok. Agora é com o ator que fez o Chidi em Good Place, o William Jackson Harper. Eternizei ele como Chidi, não o conhecia antes desse papel. Quando soube que seria a visão de um homem na segunda temporada achei o máximo! Só não sei se será tão boa e marcante como a primeira; mas mesmo assim acho que devemos dar um play e conferir. Quem sabe não trago no próximo texto sobre ela?


Uma curiosidade é que ele aparece na história de Darby e ela aparece na dele também! Essa conexão entre as temporadas eu achei importante e interessante, afim de conectar a série, a premissa, o perfil de Love Life e deixar sua marca.

3 visualizações0 comentário
  • Facebook
  • Instagram