• Ana Luiza Moreira

Shade- A Garota Mutável: A HQ em que todos são péssimos e a história é maravilhosa

Loma, Megan .... Agora ela é Shade.


Inspirada pelo seu ídolo Rac Shade, a alienígena Loma decide fazer uma longa viagem até a Terra, onde assume o corpo da jovem Megan Boyer, uma garota humana que está em coma após uma overdose. No entanto, Loma descobre que os sentimentos humanos não são tão fáceis de lidar, e que Megan não era uma pessoa tão querida, o que dificulta a sua adaptação à vida de adolescente.


Se sua intenção é ler uma história teen, mas que deixa reflexões e tem um "Q" de ficção científica, Shade- A Garota Mutável é perfeito para você! Com cores psicodélicas, uma estética original e muito drama, a HQ de sete edições nos conquista desde a primeira página e mostra o quanto o período da adolescência pode ser cruel (não sinto falta).


Loma procura uma nova identidade em Megan, e se descobre Shade
Loma procura uma nova identidade em Megan, e se descobre Shade

Uma das coisas que me pegou já no início foi a reflexão dos sentimentos humanos e os de outras espécies, pois não é só sobre tremer quando está com medo, e sim sobre todos os sinais e impulsos que o seu corpo tem em um milésimo de segundo. Já parou para pensar no quanto isso é fantástico e assustador? Lembra como foi sentir isso pela primeira vez? É o que vemos acontecer com Loma/Shade.


Aliás, seja em qual personalidade estiver, temos que combinar que nenhuma delas é no mínimo legal, já que é péssimo praticar bullying com os outros, mas também é ruim roubar o corpo de alguém e terrível enganar os outros fingindo ser uma pessoa que não é. Mas eu acho que é isso mesmo que nos faz ficar presos na história, tentar descobrir o que levou todas essas personalidades a serem assim.


Quanto a "loucura" presente na HQ, encaro ela como presente em Megan, mas uma personagem diferente também e incrivelmente interessante, principalmente quando explica tudo o que já viu nos diversos mundos, algo que nos apequena e ao mesmo tempo nos deixa mais complexos... Como um ser tão sábio como aquele não consegue entender as dificuldades de ser humano? A intensidade dos sentimentos na adolescência?


Loma procura uma nova identidade em Megan, e se descobre Shade
De repente, a fuga já não parece mais uma opção

"Engaiolei a mim mesma, sempre fugindo, nunca ficando parada", talvez esta seja a resposta não só para Loma, mas para a Loucura também.

Bom eu gostei muito da HQ e minha única reclamação é que pensei que ela fosse uma minissérie, mas não é, então acaba deixando alguns pontos em aberto, mas em si, ainda tem um final satisfatório. Provavelmente lerei a próxima, até mais Freaks!

3 visualizações0 comentário
  • Facebook
  • Instagram