• Ana Luiza Moreira

Top Run é um jogo simples e muito estilizado


Top Run
A trilha sonora e a estética deste jogo são impecáveis

Demorei um tempo para achar um novo jogo que me agradasse e fosse fácil para as minhas poucas habilidades de jogadora, mas em Top Run: Retro Pixel Adventure achei tudo o que precisava. O jogo é simples, mas a ambientação, trilha sonora e o cuidado com personagens secundários me deixou encantada com a obra, que claramente foi feita com muita atenção e amor.

O game basicamente é uma corrida infinita entre um jovem e seu cachorro por uma cidade cheia de vilões, amigos para resgatar e luzes neon, tem como ser melhor?!


Apesar de ser um jogo que não tem fim, os níveis e as conquistas te cativam a continuar, já que é possível comprar móveis para customizar seu apartamento, além de novas roupas inspiradas em filmes, músicas, animações e séries dos anos 80 (Michael Jackson, Grease, He-Man, Teen Wolf, etc), e conforme o seu desempenho aumentar, você também ganha poderes e descobre possibilidades de atalho.

Tenho que falar também do linguajar do jogo, que usa gírias oitocentistas e me fez ficar ainda mais confortável ali, acho que essa proximidade do jogador conta muito quando estamos falando de games que treinam suas habilidades, afinal, uma mensagem impessoal dizendo para que você tente novamente é bem chata perto de um incentivo descolado feito pelo próprio jogo.


Pelo que eu li, não que eu tenha chegado lá, são mais de 100 missões para completar e tenho a impressão de que pelo menos umas 50 delas eu vou querer fazer, porque não sinto que este seja um jogo enjoativo, muito pelo contrário.


Outros detalhes importantes, joguei Top Run no celular e o game é gratuito, off-line, tem legenda em português e é MUITO fácil de aprender, recomendo demais!

11 visualizações0 comentário
  • Facebook
  • Instagram