• Ana Luiza Moreira

Um Lugar Silencioso Parte II: contido e surpreendente (SEM Spoilers)


Um Lugar Silencioso 2
Mais tenso e intenso que o primeiro...

Voltando para o dia um deste pesadelo intenso, começamos Um Lugar Silencioso Parte II descobrindo como os aliens chegaram ao nosso mundo, e fica aquela sensação de curiosidade: isto aconteceu no planeta inteiro? Tem relação com as bombas que ouvimos falar no noticiário? Provavelmente. A verdade é que o filme não se importa em deixar muito claro como tudo começou ou qual o verdadeiro objetivo destes seres- ao meu ver eles claramente são conscientes ou não conseguiriam chegar até a Terra- mas eu acho que é isso que deixa tudo mais instigante, acompanhar a trajetória da família Abbott e desenvolver um sentimento de proteção muito forte com eles, mesmo sem entender direito o que está acontecendo. Depois da sequência inicial na qual temos o prazer de ver John Krasinski novamente, voltamos para o momento em que Evelyn está com seus filhos tentando se salvar dos monstros. Não quero estragar a história deste filme, mas afirmo que desde o início ficamos aflitos e segurando a respiração a cada momento, uma cena em específico me fez querer gritar junto, apenas isso. Sobre aspectos mais técnicos, a trilha sonora, assim como a falta dela, dão um clima de tensão excepcional, e além disso, conseguimos acompanhar a evolução de John Krasinski como diretor, que ultrapassa tudo o que produziu no primeiro filme, nos fazendo vislumbrar cenas que são um primor de beleza e atuações sensacionais- Emily Blunt e Millicent Simmonds são os principais destaques nesse sentido. Para finalizar digo que gosto da proposta do filme, da execução dele e confesso que também adoro esses finais que não entregam todo o ouro para os espectadores, pois assim, podemos teorizar mais até o próximo longa, o que já estou fazendo. Que venha Um Lugar Silencioso Parte 3!

4 visualizações0 comentário
  • Facebook
  • Instagram